7 anos de crescimento – O que aprendi!

7 anos de crescimento – O que aprendi!

Foi no dia 1 de Julho de 2013 que entrei nesta casa para dar início a um novo ciclo na minha vida.  

Poderia dizer que foi fácil, tomar a decisão de deixar para trás aquilo que já não me fazia sentir bem, mas hoje sei que tudo aconteceu da forma perfeita e natural, e deixar para trás o julgamento ou rotular os acontecimentos. 

No início eu não tinha noção do que iria acontecer no futuro. Mas acreditei no projeto de construir uma mova vida para mim. De me reconstruir a todos os níveis: físico e emocional.  

Ao longo destes anos a aprendizagem e crescimento era (e continua a ser) diário.  

Bastou seguir sugestões sem questionar e fazer o que era preciso ser feito para que rapidamente a mudança surgisse em mim. E assim ao fim deste tempo, de uma vida de sobrevivência, lutas e batalhas passei a ver o que me rodeia de uma forma bem mais serena e tranquila.  

Não, não atingi ainda o grau de maturidade de entrar no fluxo e deixar que seja feita a vontade do todo. Nas situações do dia a dia, a primeira tendência é controlar para obter o resultado que quero. 

Sim, aprendi a utilizar todos os meus talentos, e a desenvolver a criatividade.  

Aprendi que para atingir o que me proponho a atingir, não preciso de me esforçar e trabalhar arduamente. Apenas tenho de usar boa vontade e paixão no que faço. 

Aprendi que nada é complicado, apenas eu é que complico. 

Aprendi que sou capaz de fazer aquilo que me parecia impossível eu fazer 

Aprendi que do pouco se pode fazer muito. 

A falta e escassez, foram conceitos que desapareceram do meu dia a dia. Há sempre abundância naquilo em que me foco. 

Aprendi que apenas eu sou responsável por criar a minha realidade. 

Aprendi que faço parte de tudo e de todos. Que somos todos um e cada vez que eu rejeito alguma característica no outro estou a rejeitar-me a mim.  

Aprendi que há sempre tempo e que nunca é tarde para começar de novo. Cada dia que começa é sempre uma nova oportunidade para me melhorar. 

Aprendi que partilhar aquilo que tenho e proporcionar felicidade ao outro me realiza, mas ainda estou a aprender a ser merecedora de receber também… 

Aprendi a importância de pedir ajuda quando preciso, e deixar a arrogância de parte.  

Aprendizagens importantes, é verdade, mas a mais importante de todas foi aprender a amar-me e aceitar-me tal como sou. Aceitar as minhas características, aceitar que sou humana e que erros não existem. O que existe é a oportunidade de melhoria.  

Amar-me, porque se eu não tiver amor por mim, como posso dar amor!  

Todas estas aprendizagens de vida, mudaram a minha realidade e hoje, em que o Mundo enfrenta mais uma grande revolução, sinto que estou preparada para mostrar e partilhar este aprendizado e experiência com todos aqueles e aquelas que estejam preparados para desistir de uma vida de sofrimento e entrar numa nova forma de ver a vida. 

Há tanto para dizer sobre estes sete anos… tanto que vivi. 

Se tens curiosidade, deixo-te aqui o convite para experienciares por ti tudo aquilo que acabaste de ler neste pequeno texto. 

Sabe mais como podes fazer parte deste projeto. O projeto da tua nova vida! 

Noviciado Da Casa Escola António Shiva®

Pin It on Pinterest