loader image
Casa Escola António Shiva®

Programa de recuperação e transformação pessoal

Um projeto pessoal de mudança, que engloba a reciclagem do caminho percorrido, completado com os modernos princípios da ciência moderna, ajustados às necessidades pessoais do indivíduo.

Como libertar-se da dependência e ser-se feliz e realizado?

O.M.S. é clara ao declarar o alcoolismo como uma doença crónica, progressiva, quase sempre fatal. Doença é algo que o possuidor da doença não tem culpa e já é aceite pela sociedade. Mas o facto de ser uma doença crónica significa que não tem cura. E juntarmos o fator progressivo à doença crónica, ficamos com a indicação que além de não ter cura, o crescimento é constante. 

Tanto o alcoolismo (dependência do álcool), como qualquer outra dependência é denominado como adição ou doença aditiva. Os princípios com que se criam estas doenças são comuns a todas as adições. São doenças de sentimentos e emoções, que se manifestam pela compulsão e obsessão e quem sofre desta doença carateriza-se essencialmente pela negação (nega a doença), manipulação e egocentrismo. 

A compulsão é física e consoante a fase da doença, assim são as suas manifestações  (começa a manifestar-se pela segurança que a bebida lhe proporciona e vai avançado da ansiedade, tremores, espasmos, até ao delírio extremo em estado mais avançado da doença.). A compulsão física desaparece com a desintoxicação: 11 dias sem consumir qualquer bebida que contenha álcool. 

A obsessão é mental e acompanha o “adito” por toda a vida. 

Há uma solução

Apesar de a Organização Mundial de Saúde declarar o alcoolismo ou as doenças aditivas como crónicas/progressivas (não tendo cura), há uma solução perfeita para todos que sofrem desta terrível doença. A solução chama-se recuperação (mudança). 

Como é feita a recuperação?

A recuperação tem duas fases distintas:

 

Desintoxicação

Transformação

O tempo de desintoxicação varia consoante a substância e deve ser sempre acompanhada por um profissional responsável. Jamais tente uma desintoxicação sem ajuda de um especialista na matéria.

 

Exemplo de um programa de recuperação

Como recuperar uma vida estagnada presa no lamaçal das dependências.

 

Introdução 

A dependência e as suas consequências são um dos mais sérios problemas de saúde que a sociedade atual hoje enfrenta. Ter a pretensão de resolver este problema social seria presunção. Mas resgatar e contribuir para a transformação de uma vida em agonia, presa nas lamas do esgoto social, é um desafio árduo, mas possível, se ainda existir um réstio de esperança na alma do “preso ao sofrimento”. 

A adição é uma doença crónica de sentimentos e emoções. Quem desta doença sofre, somente encontra solução na transformação pessoal (mudança/recuperação). 

Sei, até certo ponto que, o programa que vou sugerir aqui é pouco convencional; chocando de alguma forma com os habituais programas baseados nos medos. Ou seja, a esmagadora maioria de abordagens feitas pelos métodos convencionais são de confronto violento, instigadas por raiva, culpa e medo, preenchidas de histórias de vidas arruinadas. Como temos presenciado ao longo das décadas, uma abordagem baseada no medo tem sido desastrosa. O sucesso é fictício e a maioria das vezes o que chamam sucesso é substituir uma droga de escolha por uma droga ainda mais dura. 

A Casa Escola António Shiva® vê o dependente como um indivíduo sujeito a uma procura mal orientada. Uma pessoa em busca de prazer, ou até mesmo em busca de algo que transcenda a realidade insatisfatória (muitas vezes intolerável) do cotidiano. 

A experiência adquirida em mais de vinte anos com todos os dependentes (homens e mulheres) que por aqui passaram foi que a taxa de sucesso é de 100% para todos os que se sentiam cansados de procurar onde existe tudo, menos o que se deseja encontrar. 

É verdade que não há muito para nos orgulhar da dependência, mas ela representa a aspiração a um nível mais elevado de experiência. A procura em lugar errado da libertação, conduz quase sempre ao pântano da frustração. Enfim, a dependência começa, quando procuramos a coisa certa no lugar errado. 

O caminho de volta 

“Nem só de pão vive o homem”; metáfora bíblica fácil de compreender o seu significado. Diz-nos simplesmente que temos outras necessidades na vida do que satisfazer as nossas necessidades materiais.  E o caminho de volta a casa inicia-se na busca interna. 

Cada programa é personalizado à pessoa que se encontra em sofrimento e deseja uma vida com sentido. 

O requisito fundamental para se ser bem-sucedido: para que o programa seja um sucesso, não é o quanto a pessoa está a sofrer; é o estar ou não cansado de sofrer. 

A procura, qual é o caminho? 

Como o prazer da liberdade, felicidade, alegria e realização não se encontram através de substâncias químicas, ou comportamentos compulsivos, o meio de alcançar, reside na memória da perfeição que existe gravada em cada célula do ser humano. Apesar dessa memória não poder ser apagada, ela está coberta por todo o tipo de tóxicos e impurezas. 

Apesar de cada programa ser personalizado a cada indivíduo, o nosso verdadeiro objetivo é despertar a consciência da perfeição que reside dentro do dependente que nos procura, cansado de lutar no lamaçal do sofrimento. Não nos focamos em sobressair os efeitos destrutivos dos comportamentos da dependência, simplesmente nos ocupamos a reciclar tudo que é inútil na vida de um dependente, transformando-o em utilidades para uma vida feliz e realizada. 

Objetivo: reciclagem e transformação 

Como funciona?  

Como vimos na introdução, a dependência não é mais do que usar uma substância destrutiva, na esperança de encontrar uma verdadeira experiência de alegria de viver. Antes de se ir à causa e se iniciar um programa propriamente dito de reciclagem consciente, é preciso conhecer o mecanismo e o funcionamento de como se cria e atrai para si, a realidade que cada um de nós vive. 

Duração:   

Programa de 6 a 8 semanas, consoante o ritmo e fluxo de mudança; em regime residencial, e de mais 12 meses de apoio, presencial e on-line, para que o estudante a uma vida de qualidade possa empregar com mestria no quotidiano, as ferramentas do moderno paradigma quântico, na realidade existencial. 

Comecemos por definir qual é o objetivo – RECICLAGEM e TRANSFORMAÇÃO 

Reciclar é: reciclar, neste contexto, é transformar uma vida feita num monte de cacos, sem qualquer utilidade, numa vida plena de alegria e felicidade. 

Transformar em quê?  

Não existe pronto a vestir para a vida. Não é uma mudança de ambiente, não é uma mudança de look, nem tão pouco mudança de filiação religiosa e política; nem de mudança de dieta alimentar. É uma mudança interior, que se refletirá numa nova realidade exterior. 

Definir o trajeto a percorrer  

A nível físico – limpeza de toxinas acumuladas, limpeza do sangue e dos líquidos intracelulares, reposição de carências, minerais, vitaminas e enzimas. 

A nível mental – estabilizar o humor com a terapia Ortomolecular; limpeza de conceitos obsoletos e pensamentos tóxicos. 

A nível emocional – eliminar a ansiedade com neurotransmissor apropriado, ajudado com uma nova visão de mundo que gradualmente leve o aluno a confiar no processo e fluxo da nova vida. 

Novo paradigma – Nova Realidade 

Só um novo paradigma cria uma nova vida. 

Como é feita a transformação?  

– Apesar de ser ao ritmo e o fluxo de cada aluno, a sua entrada e projeção na nova vida, tem-se programado nas duas primeiras semanas 2-4 horas diárias de estudo de novos conceitos e 2 horas de limpeza orgânica, com a ajuda da tecnologia DRENATOX e IATS. 

– terceira e quarta semana – formação intensiva do novo paradigma quântico. 

– quinta e sexta semana – o novo paradigma em prática, tanto em simulações de treino, como na conjuntura do dia a dia. 

Esclarecer para compreender 

O que é o paradigma quântico? 

O paradigma quântico é a física moderna posta em prática no quotidiano. Apesar de ainda soar a estranho o paradigma quântico, como linha de orientação na nossa conduta diária; já usamos física moderna em mais de 99% das utilizações do nosso dia. Desde os apetrechos, ferramentas e instrumentos de toda a espécie; do automóvel ao isqueiro, tudo funciona com os princípios da física moderna. 

Porque é que ainda havemos de orientar as nossas vidas pelo velho paradigma Cartesiano/newtoniano, materialista/separatista? Não chega de raiva, ódio, inveja, miséria e pobreza? 

A Casa Escola António Shiva® há vinte anos que estuda e pratica o paradigma quântico no quotidiano, e as pessoas que nos visitam, sentem bem na pele a alegria e o bem-estar que se respira. 

Linhas de orientação do paradigma quântico  

O paradigma quântico é a mecânica do universo, vista pela física moderna, posta em prática. 

Em suma; somos a natureza em forma de gente e no universo tudo obedece a uma ordem perfeita. Em que: 

1º – Tudo é possível. Ou seja: todas as possibilidades existem, até que seja feita a escolha de uma possibilidade. 

2º – O observador interfere no observado. Ou seja; a forma como enxergamos uma determinada coisa, circunstância, ou acontecimento cria essa realidade. 

3º – Atraímos na mesma frequência e densidade tudo que irradiamos. Ou seja; somos (cada um de nós é) um campo eletromagnético que atrai tudo que irradia. 

Com estas três leis da mecânica do universo, e com a mudança do paradigma (mudança de visão), temos tudo que precisamos para criar a vida que cada um deseja. 

NOTA: Para se poder entender a perfeição do mecanismo da vida, precisamos estar sóbrios (conscientes). Somos a própria vida em forma de gente, filhos da abundância natural da vida, não do sofrimento. 

Quero saber mais sobre os programas de recuperação

Consentimento para o tratamento de dados:

2 + 9 =

Casa Escola António Shiva®

Quer receber as novidades da Casa Escola no seu email?

REGISTE-SE PARA RECEBER OS NOSSOS ARTIGOS MAIS RECENTES E AS NOVIDADES DO NOSSO PROJETO.

Ao subscrever para receber as novidades de Casa Escola António Shiva®, concorda que os seus dados sejam processados conforme indicado na política de privacidade e toma conhecimento que pode revogar o seu acesso a qualquer momento.

Pin It on Pinterest

Share This